RECLAMAÇÃO DE ATENA - 27/07/2013

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

RECLAMAÇÃO DE ATENA - 27/07/2013

Mensagem por Chenaultt M. Bertrand em Dom 5 Maio - 0:01

Nome? Chenaultt Moreau Bertrand
Qual Deus lhe agradaria como pai/mãe? Atena
Conte um pouco de sua história. (20 linhas no minimo)
Chenaultt sempre foi o tipo de garota discreta, sempre soube se virar muito bem sozinha, em relação a quase todas as coisas, talvez por isso sempre preferiu resolver as coisas sozinha, sem depender de ninguém. Desde pequena foi criada apenas por seu pai, e algumas namoradas que ele arrumava por um curto período de tempo, nada demais. A garota cresceu sem conhecer sua mãe e sem saber ao certo o que acontecera com ela, seu pai tentava ao máximo esconder qualquer coisa a respeito de sua mãe, mas Chenaultt não deixava isso passar em silêncio, costumava interrogá-lo em busca de descobrir algo sobre a mulher que lhe deu a vida. Foi assim que ela descobriu que sua mãe fora uma mulher bonita e inteligente, e seu pai ficou completamente apaixonado por ela, seus pais se conheceram um pouco antes dela nascer, nenhum relacionamento sério, aquele teria sido apenas um caso. Seu pai tentava mudar de assunto sempre que perguntas do tipo “Por onde ela ainda?”, “Ela simplesmente nos abandonou?”, “Qual era o nome dela?”, vinham a tona. Chenaultt acabou se acostumando com isso, sem saber quem era sua mãe, ou até mesmo onde ela estava, acabou chegando a conclusão que sua mãe poderia até mesmo não estar em nenhum lugar, talvez ela pudesse ter partido dessa para uma melhor, como muito costumam falar, ou talvez ela estivesse feliz em algum lugar com uma nova família, era preferível deixar isso para lá.
Em suas horas vagas costumava ver filmes e ler bastante, era algo que realmente lhe interessava. Após ver muito filmes de aventura e ação, a jovem se apaixonou pela prática de tiro com arco e flexa. Ao completar seus 10 anos, começou a praticar e demonstrou talento para tal desde a primeira aula. Na escola era a garota reservada que se dedicava aos estudos, mas como todos tinha um amigo que estava sempre ao seu lado, Keith.
Um dia, após saírem da aula, Chenaultt e Keith resolveram ir até a biblioteca da cidade onde moravam fazer algumas pesquisas para o colégio, eles estavam com trabalhos o suficiente para passarem o dia inteiro dentro bibliotecas, ao lado de pilhas de livros, tendo que ler um por um. Até então tudo na vida de Chenaultt era normal, mas ela não podia imaginar que algo muito estranho estava prestes a acontecer.
Eles já estavam a algumas horas dentro da biblioteca, a pilha de livros ia diminuindo aos poucos e formando um nova pilha de livros, dessa vez os quais já haviam sido vistos. Chenaultt percebera algo estranho no lugar quando foi procurar algum livro sobre ciências há distancia de algumas prateleiras da aonde Keith estava sentado. Apesar da hora, parecia que havia mais alguém por ali além deles, mas alguns instantes antes eles poderiam jurar que além deles, ali só havia a bibliotecária e ela estava sentada atrás do balcão no salão de entrada da biblioteca. Chenaultt pegou o livro que precisava e resolveu dar um olhada no outro corredor, apenas para ter a certeza de que a sensação de mais alguém ali era apenas algo da sua imaginação. Ela pode perceber um vulto passar do outro lado da prateleira que se encontrava atrás dela, neste momento um leve arrepia percorreu sua espinha e a deixou paralisada por uma questão de segundos. Mesmo assim, ela resolveu ir atrás da coisa misteriosa, entrou em um corredor que levava em direção ao fim da biblioteca, apenas mais umas fileiras de estantes e estaria o final da biblioteca. Virou em outro corredor e ao fundo deste se encontrava um figura um pouco mais alta que ele, mas não era possível reconhecer devido a uma lâmpada que havia se quebrada neste corredor o deixando um tanto escuro. Continuou andando devagar, afim de descobrir quem era a figura misteriosa, percebeu passar por alguns livros sobre mitologia grega, o que lhe pareceu estranho, não lembrava de ter passado por aquele corredor em suas visitas a biblioteca.
Cada passo a deixava mais próxima o ser até então irreconhecível, e devido a escuridão parecia ser impossível ver seu rosto. Um avanço da criatura a assustou, agora ele não estava mais parado, aquela coisa pulara em direção a Chenaultt tentando atacá-la.
-Corre Chenaultt, saia daqui o mais rápido possível.
Chenaultt correu o mais rápido que pode tentando escapar da criatura, enquanto Keith, que antes andava se muletas, se mostrara ser um tanto estranho, metade homem, metade bode, era melhor não se questionar sobre isso agora. Keith corria em direção a criatura, tentando destrai-la para Chenaultt sair do local.
- E você? Não posso te deixar para trás. – disse Chenaultt enquanto diminuía o passo ao chegar no salão principal e olhava para traz.
- Eu já estou indo, apenas corra. – respondeu Keith.
Chenaultt se lançou em uma corrida em um velocidade na qual nunca havia corrido em sua vida. Keith havia conseguido se livrar da criatura e vinha atrás de Chenaultt que se encontrava do lado de fora da biblioteca, Keith já estava novamente com suas calças, tapando sua parte bode, e suas muletas. Os dois pegaram um taxi o mais rápido que puderam e foram para casa de Chenault.
Um tanto assustada a garota questionou seu amigo sobre tudo o que estava acontecendo quando chegaram em sua casa, Keith a explicou sobre sua origem, sua mãe era uma deusa, a deusa da inteligencia, e por consequência Chenaultt era um semi-deusa. Seu pai se mostrou estar ciente de toda a história e só não havia contado a garota para protegê-la. Enchendo uma mochila com o máximo de coisas que conseguiu, Chenaultt agora sabia que precisava sair de casa o mais rápido possível, seu pai confiou em Keith para que ele levasse a garota ao Acampamento Meio-Sangue.
Partindo o mais rápido que puderam, Keith e Chenaultt foram para o acampamento, onde por fim as coisas ficaram mais tranqüilas e seguras. Ao chegar ao acampamento Chenaultt, estando um tanto aliviada de não estar mais em perigo, conseguiu por fim fazer todas que queria realmente saber a Keith, apesar de saber que era uma meio-sangue, ainda haviam muitas coisas das quais ela queria saber, queria entender melhor toda a história e agora sabia que Keith poderia explicar a ela tudo o que precisava saber.
avatar
Filhos de Atena

Mensagens : 1
Data de inscrição : 27/04/2013

Ficha do personagem
Pontos:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RECLAMAÇÃO DE ATENA - 27/07/2013

Mensagem por Olimpiano em Ter 7 Maio - 23:21





CHENAULTT M. BERTRAND, reclamada.



avatar
Master

Mensagens : 189
Data de inscrição : 12/03/2013

Ficha do personagem
Pontos:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://meiosangue.rpgboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RECLAMAÇÃO DE ATENA - 27/07/2013

Mensagem por Ana Luíza Sandler em Sex 10 Maio - 19:31

Nome? Arianne Martinez
Qual Deus lhe agradaria como pai/mãe? Atena
Conte um pouco de sua história. (20 linhas no minimo)

Arianne é filha de um mortal chamado John Martinez. Por sua inteligencia , quase sempre era a primeira da classe, sempre tirava boas notas, ela era bonita, mas não gostava de gabar por isso, ela não tentava ser atraente e detestava pessoas assim. Ela sempre teve muita curiosidade de conhecer sua mãe, saber a onde ela está, mas seu pai havia dito que ela havia os abandonado. Segundo ela, o seu pai não gostava muito de conversar sobre o assunto, sempre dava um jeito de desviar do papo. O pai de Arianne não tinha muito tempo para ficar com ela, ele trabalhava de mais, e isso a deixava triste deprimida. De algum jeito Arianne sempre tentou chamar a atenção do pai, até mentir que estava doente ela já fez, e várias vezes. Seu pai a amava de mais, isso era claro entre os dois. Arianne é uma garota bonita e séria, com cabelos loiros e longos, e olhos era de cor castanho puxado para o mel. Ela se veste simples e sempre anda com um livro nas mãos, ou fones de ouvido, ela simplesmente ama livros e músicas. Ela é educada, mas não entre no caminho dela, pois ela pode parecer boazinha, mas acaba com alguém em dois tempos tanto verbalmente como fisicamente, apesar dela não ser de arranjar encrenca com ninguém, ela tem muita coragem de dar uns tapas em certas pessoas. Ela é brava quando quando quer, mas sabe se controlar, pensa muito bem antes de fazer qualquer coisa. Ela nunca foi uma garota que se chamaria de popular. Ela era aquela garota de poucos amigos, mas esses poucos eram verdadeiros.
Um certo dia quando ela estava voltando do colégio para casa, viu dois meninos -aparentemente normais- andando atrás dela, ela apertou o passo e viu que eles estavam a seguindo, ela ficou um pouco assustada, não sabia o porquê aqueles caras estavam a seguindo. Em um estante seu melhor amigo apareceu ao lado dela e ela perguntou surpresa - " Como você apareceu aqui ?" , ele sorriu, olhou para trás fitou os caras e estendeu os braços - " Você esqueceu seu livro , mas precisamos conversar. Vamos pegar um táxi eu explico tudo no caminho, não há mais tempo ", ele começou a correr e eu fui atrás dele, os caras que estavam atras de nós também, meu amigo fez sinal para o táxi e me puxou para dentro do táxi e disse um endereço que eu não conhecia. Meu amigo respirou fundo e me disse - " Olha, esses caras que estavam nos perseguindo são monstros, você é uma semideusa. Estou te levando para o acampamento meio-sangue, onde você vai ser reclamada por um Deus. Sou seu protetor, um sátiro ". Primeiramente eu pensei que ele estava ficando louco, mas depois parecia fazer sentindo, não sei como , mas parecia, eu fiquei em silêncio um tempo e falei - " Bom isso é como naquelas histórias de mitologia ? Eu não entendi o que me contou direito, mas sei que não é doido, e que faria qualquer coisa para me proteger, então eu confio em ti". Nisso chegamos ao endereço, nós descemos e corremos para entrada desse tal acampamento, quando eu cheguei lá as pessoas me olhavam, o meu protetor - haha, gostei disso- me levou para o Sr.D e lá eles me explicaram tudo direito, me apresentaram ao acampamento e por tempo indeterminado fiquei no chalé de Hermes. As pessoas logo se acostumaram comigo, eles eram bem legais, mas eu ainda não tinha me acostumado, mas eu me senti confortável, como se lá fosse realmente o meu lar.
avatar
Filhos de Atena

Mensagens : 3
Data de inscrição : 06/05/2013
Idade : 20
Localização : Para quê quer saber ? u_ú

Ficha do personagem
Pontos:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RECLAMAÇÃO DE ATENA - 27/07/2013

Mensagem por Olimpiano em Dom 12 Maio - 23:30





ARIANNE MARTINEZ, reclamada.



avatar
Master

Mensagens : 189
Data de inscrição : 12/03/2013

Ficha do personagem
Pontos:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://meiosangue.rpgboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RECLAMAÇÃO DE ATENA - 27/07/2013

Mensagem por Samantha Jones em Seg 3 Jun - 18:29

Nome? Samantha Jones
Qual deus lhe agradaria como pai/mãe? Atena
Conte um pouco de sua história (20 linhas no minimo):

Desde pequena, Sam era uma grande fã de mitologia grega. Contudo, nunca viu isso como algo além dos livros. Nasceu no Alaska, no dia 15 de Julho de 1997, mas mudou-se para Nova York quando tinha 10 anos. Inicialmente, ela ficou horrorizada de ter que deixar a gigantesca biblioteca da sua escola para trás, afinal ela passava a maior parte do tempo lá. Claro que a sua nova escola também tinha uma biblioteca, mas era sempre uma bagunça. As pessoas só iam para matar aula e ficar lendo revistas (e fazendo outras coisas sem que a bibliotecária visse). Mesmo assim, ela era uma pessoa legal, e a biblioteca só não explodia em barulho por causa dela.
Sam sempre foi sociável, mas só falava com quem achava que valia a pena, por isso se mantinha distante de metade das pessoas de sua nova escola. Seu melhor amigo era JJ, também conhecido como Jeremy Jones, e mais conhecido ainda como seu pai. Eles tinham uma tradição desde que ela era pequena em que todas as sextas eles comiam pizza enquanto viam filmes ou qualquer série que os fizesse rir como duas crianças. Simon era a única pessoa da escola que parecia ser tão excluído quanto ela (só que, no caso dele, ele não ficava excluído por opção). Vez ou outra, eles passavam os intervalos nos fundos da escola conversando sobre livros e comendo nachos. Simon sempre foi muito inteligente, embora não quanto ela. No entanto, ele praticamente sempre a ajudava a estudar por causa da dislexia que a perseguia desde que ela nasceu. Apesar de ter estado na escola por somente 2 meses, os dois viraram melhores amigos super rápido. Sam nunca conheceu a mãe. Seu pai disse que ela tinha os deixado quando ela ainda era muito pequena para se lembrar, por isso, sempre que perguntavam de sua mãe, ela simplesmente dizia que ela tinha morrido (era muito mais fácil do que ter que ficar explicando pra todo mundo porque ela não tinha uma mãe; dizendo que ela estava morta, as perguntas eram poupadas).
Ainda no Alaska, a pequena Jones gostava de ir à noite ao quintal para ver a lua, mas era obrigada a voltar para dentro quando as aranhas apareciam. Na primeira vez, ela não achou nada demais. Pensou que eram simples aranhas e que simplesmente a ignorariam. Mas não foi bem assim que a coisa aconteceu. Elas foram direto atacá-la, e sempre que elas apareciam, Sam corria para dentro de casa e se trancava em seu quarto. Houve uma manhã em que ela acordou cheia de picadas e seu pai teve se chamar o dedetizador, mas não adiantou muita coisa. Infelizmente, essa vida de sexta da pizza com JJ e de nachos com Simon não duraria para sempre. Era uma tarde ensolarada, como todas no início do verão, quando ela chegou a sua casa e viu seu pai caído no chão. Chamar seu nome e balançá-lo não adiantou. De repente uma criatura é lançada contra a parede ao seu lado, vindo da cozinha. Um homem, ou rapaz. Ele deveria ter uns 18 ou 19 anos. Mas quando ela começou a analisar o resto do corpo dele viu que havia algo anormal. O rapaz era metade bode. Antes que ela pudesse dizer algo, uma criatura grande e grotesca saiu da cozinha, parecia um tipo de gigante, pois precisava andar como um corcunda. Na hora Sam lembrou-se dos lestrigões, um povo gigante da mitologia grega.
Precisou de aproximadamente uma hora e muitos móveis quebrados, até que finalmente eles conseguissem destruir a criatura. O rapaz metade bode havia jogado um tipo de espada de bronze, com a qual a loira fez o monstro explodir em pó dourado. Depois disso o rapaz arrastou Sam para fora da casa e entrou com ela num carro, junto com outra garota. Ela fez força para ficar e ajudar o pai dela, mas não conseguiu. No caminho eles lhe disseram algo sobre um acampamento e sobre ela ser uma semi-deusa. Mas a única coisa na qual ela prestou atenção foi quando o homem-bode, que se chamava Marcos, disse que o pai dela estava vivo e que ficaria bem. Ele estava certo. Depois de menos de uma semana no estranho acampamento ela recebeu uma carta de JJ explicando melhor a situação. Mesmo depois de ter conversado com Quíron, ela não havia ficado confiante até receber aquela carta. Hoje ela ainda passa horas calada olhando para o nada. Não fala com os outros campistas direito e tenta se corresponder ao máximo com seu pai. Contudo, seu maior arrependimento, foi não ter dado adeus à Simon, seu melhor amigo e fiel escudeiro. Com quem ela falaria de livros e comeria nachos escondido agora? Sam que volta para casa. E logo.
avatar
Filhos de Atena

Mensagens : 5
Data de inscrição : 15/04/2013
Idade : 20
Localização : Terra-média.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RECLAMAÇÃO DE ATENA - 27/07/2013

Mensagem por Atena em Seg 3 Jun - 18:46





SAMANTHA JONES, reclamada.



avatar
Deuses

Mensagens : 13
Data de inscrição : 14/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RECLAMAÇÃO DE ATENA - 27/07/2013

Mensagem por Damon S. Black em Dom 9 Jun - 19:28

Nome: Damon S. Black

Qual deus lhe agradaria como pai/mãe: Atena

Conte um pouco de sua história (20 linhas no minimo):

Eu estava em meu quarto naquela noite. Chovia muito e lá fora os animais procuravam abrigos. Eu estava sentado em minha cama, lia o diário do meu pai. Ele havia morrido há dois anos. O seu diário eu só descobrirá após sua morte. E o lia as vezes quando sentia saudades. No seu diário avia coisas particulares, mas nada no qual eu não sabia. Até que naquela noite, deixei cair o diário de Tom Williams. Um envelope caiu de dentro. Peguei a carta e o diário, e sentei-me novamente na cama. Examinei o diário, o envelope havia saído de dentro de seu revestimento. Abri o envelope, e vi o que lhe continha, era uma carta. E era pra mim. Olhei de relance para as letras pensando se estava preparada para aquilo. O motivo pelo qual sempre relia o diário do pai, era que ali contivesse uma despedida. Ou algo que justificasse sua morte. Abrindo o envelope encontrei uma carta em meu nome.

“Querid Damon, sempre tive medo de lhe contar sobre sua verdadeira origem. Nunca menti sobre sua mãe, apenas lhe disse o que me convinha. Sua mãe é uma mulher extraordinária, leal, segura de si mesma e uma mãe que a ama. E sempre amará, e apesar das circunstâncias ela nunca esteve presente da maneira desejada, mas ela sempre olhou para você, e acompanhou sua vida, mesmo de longe. Lembra das várias vezes em que estudei com você no meu escritório sobre os deuses gregos e romanos? Pois então, você sempre gostará muito da Atena, a deusa da Sabeoria. Você dizia que ela era imbatível, e realmente é.Sua mãe Atena, a deusa da Sabedoria é sua mãe. Sei que é uma grande coisa para se entender assim de uma hora para outra. Passei horas pensando em um jeito melhor de lhe dizer isto, mas não há.Você é um semideus, assim como nas histórias que lhe contará. Sempre tentei lhe preparar para isso, mas sei que falhei nessa missão. Espero ter cumprido meu papel como pai, e ao mesmo tempo como mãe. Me desculpe por ter escondido seu passado de você, mas foi necessário.”

Após ter lido sua carta, fiquei ali parado, analisei a carta mas algumas vezes, e então lembrei de um mapa que meu pai desenhou em seu diário, lembrei de não ter entendido antes, mas agora parecia haver algum sentido naquilo. Procurei em seu diário e achei. Era um mapa que me levaria, até um Acampamento Meio Sangue.
avatar
Filhos de Atena

Mensagens : 2
Data de inscrição : 02/06/2013

Ficha do personagem
Pontos:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RECLAMAÇÃO DE ATENA - 27/07/2013

Mensagem por Olimpiano em Seg 10 Jun - 12:18




DAMON S. BLACK, reclamado.

avatar
Master

Mensagens : 189
Data de inscrição : 12/03/2013

Ficha do personagem
Pontos:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://meiosangue.rpgboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RECLAMAÇÃO DE ATENA - 27/07/2013

Mensagem por Jackson Maybel em Qui 20 Jun - 15:14

Nome? Jackson T. Maybel
Qual deus lhe agradaria como pai/mãe? Atena
Conte um pouco de sua história (20 linhas no minimo):


Jackson!! Jackson!!. era meus tios me chamando para jantar naquela , noite fria e chuvosa, estava frio, desci a escadarias da casa muito rapido , pois o cheiro do frango estava muito bom,na messa estava meu tio bob, minha tinha lisa e meu primo Dylan, o jantar estava delicioso , eu e Dylan fomos para a sala e começamos a conversar a tv estava ligada estava passando um filme , muito interessante sobre deuses e tudo mais, a cada vez mais que passava o tal filme, me interessava mais pela historia e pelos deuses, estava muito concentrado naquele filme:
- Ta me ouvindo?- Dylan pergunta!
- sim sim , estou! respondo muito concentrado no filme!
havia se passado 1 hora , todos ja haviam ido dormir e o filme de mitologia nn acabava. Quando o filme acabou, escuto uma voz, era uma mulher, ela sussurrava em meus ouvidos com uma voz suave e doce, achei estar louco , subi correndo entrei no quarto de meu primo e disse:
-Dy..Dylan vc ouviu essa voz?
-Claro.. A da mossa da tv!- Dylan responde irônico!.
O dia amanhece , me troco e vou para escola. Chego em casa Dylan me surpreendi com um golpe de umas das suas espadas de madeira, ele me joga uma e começamos a brincar,percebi que tinha muita habilidade com aquela espada , mas achei que não era algo de especial.No almoço, tio Bob e Tinha Liza nn param de me encarar, me senti estranho, me senti algo anormal diante daquelas pessoas. subi para meu quarto e comecei a ler um livro, chamado " As vantagens de ser um Deus" que tinha pegado na livravria municipal. Aquelas historias de semi-deuses me deixavam louco, mas a que mais mexia comigo era a historia da deusa Atena, aquela mulher, quer dizer Deusa mexia comigo , pois me indentificava com ela , era esperta , audaciosa, habilidosa com armas .
No jantar Tio Bob me chamou no canto e me disse que eu era especial:
-Especial??
-Sim Jack, Vc nn é como nós-Tio Bob
Jack  entre no carro vou te levar a um local!!- Tio Bob
Bob me levou a um tal de acampamento Meio sangue:
oque é isso?- eu pergunto
e´sua nova casa!-bob
Casa ? Nova casa? como assim? -
Jack porque voce acha que e´tao fisurado em mitologia graga? porque vc acha que e bom com armas?Quem vc achava que era aquela mulher que falou com voce?
-Nossa vou matar Dylan ele te contou-
Jackson você e filho de uma deusa, vc e´filho de Atena, a muitos anos ela desceu a terra e se apaixounou por seu pai e namorou com ele e durante esse namoro ela te teve ,Jack voce e filho de uma deusa , JACK VOCÊ É UM SEMI-DEUS.


                                                                
avatar
Indeterminados

Mensagens : 1
Data de inscrição : 14/06/2013
Idade : 19
Localização : Dublin

Ficha do personagem
Pontos:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RECLAMAÇÃO DE ATENA - 27/07/2013

Mensagem por Olimpiano em Qui 20 Jun - 21:32

Jackson T. Maybel, ficha reprovada, por favor tente fazer um pouco melhor tanto na desenvoltura da trama do personagem como na organização.

E Por favor, modifique o seu Photoplayer, pois o mesmo pertence ao Deus Hefesto.
avatar
Master

Mensagens : 189
Data de inscrição : 12/03/2013

Ficha do personagem
Pontos:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://meiosangue.rpgboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RECLAMAÇÃO DE ATENA - 27/07/2013

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum

Aliados e ParceirosCréditos e Copyright©
:: Topsites Zonkos - [Zks] :: Wild Scream RPG RPG Autumn Valley RPG Hogwarts Todos os direitos reservados a Monte Olimpus RPG® 2011-2016